Atividade Física

3 minutos para ler

A importância da prática mesmo em quarentena

Uma pesquisa desenvolvida pelo Ministério da Saúde (MS), indica que a maioria das doenças que mais matam no Brasil, são oriundas de um estilo de vida proveniente do sedentarismo. O uso de medicamentos, a má alimentação, o excesso de trabalho e a falta de exercícios físicos são alguns dos fatores que influenciam o índice de morte causada por doenças entre os brasileiros.

Neste sentido, a atividade física atua como aliada na mudança dos hábitos de vida. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a atividade física é extremamente benéfica, pois reduz o risco de morte ocasionada por doenças cardiovasculares, diabetes do tipo II, além de promover a redução de sintomas de depressão e ansiedade, auxiliando no controle de peso corporal e hipertensão arterial. Os exercícios atuam na manutenção da saúde humana e principalmente no bom funcionamento da mobilidade, que promove o bem-estar físico e psicológico de quem pratica atividades regularmente.

Muitos pensam que deixar de lado o sedentarismo é uma tarefa muito difícil, mas ao contrário do que se imagina, não é preciso ser um atleta para sair do sedentarismo. Segundo a OMS, para ser considerado ativo, é preciso praticar 150 minutos de exercícios semanalmente, o que representa a prática de atividades por uma hora e meia por dia.

É inegável que a prática regular de atividade física é essencial para a qualidade de vida, sendo assim é importante que as pessoas de todas as idades pratiquem exercício. Os principais benefícios da atividade física são:

  • Aumenta a disposição;
  • Combate o excesso de peso;
  • Diminui dores musculares;
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  • Diminuir o estresse e o cansaço;
  • Fortalece ossos e articulações;
  • Melhora a força e resistência muscular;
  • Melhorar a postura;
  • Melhorar o desempenho escolar;
  • Promove o fortalecimento do sistema imunológico.

Contudo, antes de começar a praticar exercícios é necessário que sejam realizados exames com o objetivo de verificar o estado geral de saúde da pessoa. Dessa forma, o médico pode indicar se há algum exercício que não é indicado, a intensidade ideal para a prática e a necessidade da pessoa ser acompanhada por um profissional.

Vale lembrar que em período de quarentena também é possível praticar em casa, com exercícios a serem feitos na própria sala de estar, por exemplo. Nas redes sociais da Inspirar há dicas de alongamento, meditação e exercícios em época de isolamento social.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.