Benefícios da caminhada

4 minutos para ler

A caminhada é uma atividade física aeróbica que pode ser realizada por qualquer pessoa, independentemente da idade e do condicionamento físico da pessoa, e possui diversos benefícios para a saúde, como a melhora do sistema cardiovascular, diminuição dos sintomas de estresse e ansiedade, fortalecimento muscular e diminuição do inchaço.

Para que tenha de fato benefícios para a saúde, é importante que a caminhada seja feita de forma regular e seja acompanhada por bons hábitos alimentares.

Estudos comprovamos que pessoas que realizam diariamente pelo menos 30 minutos de atividade física moderada, como caminhar, tem aproximadamente 30% menos risco de desenvolver doenças crônicas.

Confira quais são os principais benefícios da caminhada são:

Auxilia no processo de emagrecimento – com a caminhada o corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas e gera o emagrecimento.

Combate a depressão – a caminhada faz o corpo liberar uma quantidade maior de endorfina, hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando uma pessoa começa a praticar exercícios, ela automaticamente produz endorfina.

Diminuição do inchaço – a caminhada ajuda a diminuir o inchaço das pernas e do tornozelo, pois favorece a circulação sanguínea e diminui a retenção de líquidos. No entanto, para que o inchaço seja combatido, é importante que a pessoa beba bastante líquidos durante o dia, tenha uma alimentação saudável e pratique a caminhada de forma regular por pelo menos 30 minutos.

Evita o Alzheimer – um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh, mostrou que quem caminha cerca de 10km por semana tem diminuição na perda de volume cerebral. Esse fator previne doenças como a demência e o Alzheimer.

Fortalece a imunidade – a prática de atividade física regular estimula a circulação sanguínea, ao passo que aumenta a nossa imunidade. Isso faz com que nós nos tornemos mais resistentes a doenças virais ou bacterianas.

Fortalecimento dos músculos – com a prática regular de exercício, os músculos começam a captar mais oxigênio, aumentando a sua eficiência. Além disso, como a caminhada é um exercício aeróbico, há o envolvimento de um grupo de músculos, que precisam atuar em conjunto, o que resulta no fortalecimento.

Fortifica os ossos – o impacto das passadas estimula a produção de massa óssea, dessa forma caminhar pode ser uma forma de ajudar no tratamento e prevenção de doenças como a osteoporose.

Melhora a qualidade do sono – caminhar aumenta os níveis de serotonina, o hormônio da felicidade, que relaxa o corpo e resulta em um sono mais profundo e reparado.

Melhora da memória – a atividade física estimula uma maior circulação sanguínea no cérebro, favorecendo a produção de adrenalina durante o exercício. Para que se tenha esse benefício, é preciso que a caminhada seja praticada diariamente, em ritmo moderado e por cerca de 30 minutos.

Melhora da postura – a caminhada é uma atividade física que envolve vários músculos e articulações, a sua prática regular pode ajudar a diminuir dores e a melhorar a postura corporal.

Melhora o humor – a caminhada faz o corpo liberar endorfina, um hormônio que traz a sensação de bem-estar. Isso ajuda a aliviar o estresse e reduzir as dores. Traz ainda mais disposição e melhora do humor.

Prevenção de doenças – as caminhadas regulares ajudam a prevenir algumas doenças, principalmente doenças cardiovasculares, como aterosclerose e hipertensão, obesidade, diabetes do tipo dois e osteoporose. Isso porque os vários músculos são trabalhados durante a atividade física, gerando maior gasto energético, além de promover melhora da circulação sanguínea.

Redução de estresse – caminhadas ao ar livre relaxam o corpo, a mente e é um hábito que dá um “tempo” para o cérebro, que consegue repousar e reorganizar as ideias enquanto o corpo se exercita.

Relaxamento – essa sensação ocorre devido à liberação de hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar, principalmente a endorfina e serotonina, durante a atividade física. Esses hormônios atuam diretamente nas células nervosas, combatendo alterações psicológicas: como ansiedade e estresse, além de também conseguir promover o relaxamento dos músculos da nuca e dos ombros, já que essa tensão pode estar relacionada ao estresse.

Posts relacionados