Design Sprint no desenvolvimento de Startups

4 minutos para ler

A partir do momento em que os brasileiros se familiarizaram com o conceito de startup, essas empresas passaram a se fixar em nosso país e a quantidade de pessoas que se dedicam ao ramo tem aumentado. De acordo com a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) atualmente existem cerca de 12 mil empresas seguindo esse modelo.

Com um número elevado e bastante significativo delas, o diferencial é um ponto importante para o sucesso das futuras empresas. Sendo assim as tecnologias têm um papel fundamental na efetivação e agilidade dos serviços prestados pelas novas empresas. Para suprir as necessidades do atual mercado foram criados métodos que auxiliam no desenvolvimento das Startups (definida como um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios que possa virar uma franquia e que cresça de maneira rápida. Além desses requisitos, as startups sempre foram sinônimo de uma nova empresa em funcionamento. No entanto, uma startup necessita de inovação para não ser considerada uma empresa de modelo tradicional).

Um dos recursos existentes é o Design Sprint, que é uma metodologia criada em uma empresa associada ao Google, a qual foi desenvolvida para a criação dos aplicativos de transporte. O sistema do Desing Sprint é dividido em cinco etapas, as quais auxiliam na concepção de produtos tangíveis e testáveis, que são as premissas básicas do desenvolvimento de startups.

Antes de saber como o recurso funciona vale lembrar que para iniciar as etapas é necessário definir um problema a ser resolvido. A equipe multidisciplinar será a responsável por solucionar o contratempo. Por este motivo é importante que os componentes do grupo sejam das mais variadas funções.

Após as definições sobre o pessoal, os passos a serem executados são divididos em 5 dias e cada um deles tem um objetivo específico e uma meta a ser cumprida.

Veja como funciona o método:

1º dia: O objetivo é mapear e entender o problema. A estratégia segue a seguinte lógica: pesquisar, entender, levantar hipóteses e elaborar ideias.

2º dia: Essa etapa consiste na fase de desenhar e esboçar as ideias mapeadas no passo anterior. Revisando as ideias existentes, mesclando e refinando-as.

3º dia: Momentos em que são confrontadas as hipóteses e feita a escolha da melhor direção para a solução do desafio. É nessa a parte que é feito o filtro do que será utilizado e do que será descartado. Após a tomada de decisões, tudo o que será utilizado se transformará em um storyboard- plano detalhado passo a passo do que será o seu protótipo.

4º dia: quase chegando ao fim do processo, neste dia a ideia é construir um protótipo baseado no storyboard criado no passo anterior. Aqui origina-se um protótipo garantindo tudo que será utilizado e testado na próxima etapa.

5º dia: a última fase é de testes realizados com o protótipo montado anteriormente. Esse processo tem a função de fazer com que haja aprendizado com os resultados e feedbacks. E a meta é reunir todas as informações colhidas durante o decorrer dos dias e decidir sobre a continuidade e aplicação real da ideia desenvolvida ao longo dos 5 dias.

O curso de Ferramentas de Desenvolvimento de Startups é ofertado pela Faculdade Inspirar e é um dos únicos no Brasil que ensina o método de Design Sprint aos seus alunos. “O Design Sprint é muito usado nos Estado Unidos por ser uma excelente ferramenta que serve para validar ideias de produtos e serviços, pois traz o real entendimento da aceitação do mesmo no mercado. É por este motivo que o método é tão conhecido e reconhecido no mercado de trabalho mundial, por possibilitar a resolução de problemas críticos em no máximo cinco dias”, afirma o professor que ministrará a aula sobre o tema – Marcelo Vianello.

Caso tenha se interessado pela disciplina inscreva-se no curso de Ferramentas de Desenvolvimento de Startups da Faculdade Inspirar e adquira muitos conhecimentos acerca do Design Sprint e de todas as ferramentas necessárias para o desenvolvimento de Startups. Para saber mais sobre o curso acesse: http://bit.ly/2t3blaT

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.