Diferença entre Urgência e Emergência

2 minutos para ler

Você sabe quando é cada caso?

A principal diferença entre esses dois estados é que Emergência apresenta ameaça imediata para a vida do paciente, enquanto a Urgência é uma ameaça em um futuro próximo, que pode vir a se tornar uma emergência se não for solucionada. Portanto, é o episódio clínico do paciente que irá definir o tratamento em uma instalação hospitalar.

Emergência

Na emergência, o paciente necessita de assistência médica imediata, pois a situação implica em um risco eminente de morte.

Confira alguns exemplos de situações que necessitam de atendimento emergencial:

• Acidente de origem elétrica;

• Acidentes de carro, moto, atropelamento e quedas;

• Agressões físicas;

• Convulsões, dores intensas no peito, abdômen, cabeça e outros;

• Corte profundo;

• Dificuldade respiratória;

• Febre alta permanente;

• Grave reação alérgica;

• Hemorragia (forte sangramento);

• Infarto do miocárdio (dor forte no peito);

• Intoxicação por alimento ou medicamento;

• Picada ou mordida de animais peçonhentos;

• Sangue no vômito, urina, fezes ou tosse.

Urgência

Já na urgência o paciente não apresenta risco de morte, mas o caso pode evoluir para complicações mais graves, sendo necessário o encaminhamento para o plantão hospitalar.

Veja as situações que necessitam da urgência:

• Asma brônquica em crise;

• Dor abdominal de moderada intensidade;

• Febre maior que 38 grau há pelo menos 48h;

• Fraturas;

• Luxações;

• Mais de um episódio de vômito em até 12h;

• Retenção urinária em pacientes idosos;

• Torções;

• Transtornos psiquiátricos.

Posts relacionados