Dor no Ombro

2 minutos para ler

Quarta colocada no ranking de dores musculares mais frequentes

A dor no ombro interfere diretamente no dia a dia de quem está sofrendo com esse mal. Ações simples como: tomar banho, pentear os cabelos, escovar os dentes, digitar e realizar demais afazeres do cotidiano tornam-se praticamente impossíveis, quando a dor vem.

O ombro é uma das articulações mais complexas do corpo humano, em razão de sua rotação, que permite a realização de movimentos com quase 360º. Ele é formado pela união do úmero, escápula e clavícula sendo composto por articulações separadas: gleno-umeral e acromioclavicular, as quais trabalham juntas, com o objetivo de permitir que o braço gire em torno de seu eixo.

Diante da tamanha complexidade articular que o ombro possui, existe grande suscetibilidade de lesões, que ocorrem devido à movimentação excessiva ou são resultantes de doenças inflamatórias que ocasionam a degeneração dos tecidos constituintes da região do ombro.

A dor é o primeiro indício de que existe algum problema no ombro, e as causas são diversas:

· Quedas;

· Lesões;

· Desgaste natural do músculo;

· Prática inadequada de atividade física;

· Repetição de movimentos;

· Má postura.

Conheça as doenças que provocam a dor no ombro:

· Artrite: é o estreitamento gradual das articulações e a perda de cartilagem de proteção, a qual ocasiona a dor.

· Bursite: inflamação da glândula bursa, que está localizada na parte superior da articulação e tem a função de facilitar o deslizamento dos tendões durante a realização de movimentos.

· Síndrome do ombro congelado: lesão inflamatória de origem desconhecida, que pode gerar muita dor e,em alguns casos, a perda dos movimentos do ombro.

· Luxação: desencaixe entre o osso do braço e a articulação do ombro.

Lembre-se da importância de procurar um médico e relatar os seus sintomas. Esta ação visa prevenir consequências maiores como imobilização da articulação e perda de movimentos.

Vale ressaltar que em casos de traumas e ferimentos no ombro, que causem dor e dificuldade de movimentos, é importante dirigir-se ao atendimento de urgência para que o caso seja avaliado por um especialista.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.