Incontinência Urinária de Esforço

2 minutos para ler

Perda de urina durante a realização da atividade física? Tem solução!

A incontinência urinária faz parte da vida de aproximadamente 20 milhões de brasileiros entre adultos e crianças, de acordo com o estudo da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Durante a atividade física pode ocorrer a incontinência urinária de esforço – muito comum entre as mulheres, que infelizmente desistem da atividade física por causa do xixi.

Causas

O escape pode acontecer em qualquer idade. Alguns fatores de risco aumentam a chance: mudanças hormonais, consequências de partos e gestações, menopausa, sobrepeso e idade.

Algumas mudanças de hábitos no estilo de vida podem ajudar a prevenir a perda de urina. Isso inclui o controle de ingestão de líquidos, treinamento da bexiga e programação de intervalo de micções, perda de peso, parar de fumar, controlar hipertensão e diabetes.

Tratamento

A musculatura do assoalho pélvico deve ser estimulada para que haja equilíbrio de forças e redução de pressões. É muito comum que as mulheres tenham baixa percepção e fraqueza dessa região. Por isso é preciso realizar uma avaliação com um fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Pélvica para o diagnóstico das funções musculares (tônus, controle, coordenação, força e resistência), bem como a avaliação da biomecânica e dos padrões de movimento durante a execução dos exercícios. Dessa forma, é possível prevenir ou corrigir sobrecargas e, consequentemente, prevenir ou tratar a Incontinência Urinária de Esforço.

Veja algumas dicas para evitar o escape:

· Faça fortalecimento muscular;

· Faça xixi antes do treino;

· Não deixe de tomar líquido;

· Não desista da atividade física;

· Procure orientação médica e fisioterápica com especialistas.

Posts relacionados