Ler e Dort

3 minutos para ler

Entenda a diferença entre essas doenças

Muitas pessoas, devido às suas atividades laborais, são acometidas com dores nos punhos, que resultam em doenças como Ler e Dort. Tanto LER quanto DORT designam síndromes causadas por esforços repetitivos e contínuos. No entanto, cada qual tem suas particularidades.

O que é LER?

O termo LER é a abreviatura de Lesões por Esforços Repetitivos e consiste em uma doença na qual movimentos repetitivos, em alta frequência e em posição ergonômica incorreta, podem causar lesões de estruturas do sistema tendíneo, muscular e ligamentar.

A lesão por esforço repetitivo normalmente é um processo inflamatório que se instala lentamente, sendo muitas vezes percebido quando já está avançado.

O que é DORT?

O termo DORT significa Doenças Osteomuscular Relacionadas ao Trabalho. É causada por mecanismos de agressão – que vão desde esforços repetidos continuadamente ou que exigem muita força na sua execução – até vibração, postura inadequada e estresse.

A condição é entendida como uma doença ocupacional. Existem profissionais expostos a maior risco: pessoas que trabalham com computadores, em linhas de montagem e de produção ou operam britadeiras, além de digitadores, músicos, esportistas ou pessoas que fazem trabalhos manuais.

A principal diferença entre elas é de que DORT representa um grupo de doenças musculoesqueléticas causadas por atividades contínuas e repetitivas relacionadas ao trabalho desempenhado, e LER nem sempre apresenta propriamente uma lesão em qualquer estrutura do aparelho musculoesquelético ou está relacionada à atividade laboral.

Ambas podem levar à incapacidade temporária ou permanente. Em geral, os locais afetados são os mais submetidos à sobrecarga durante a execução das atividades cotidianas. Contudo, já se sabe que, além dos fatores mecânicos, existem também fatores sociais, familiares e psicológicos que estão envolvidos no desenvolvimento de LER ou DORT.

Os sintomas dessas doenças podem incluir:

· Dor;

· Formigamento;

· Dificuldade para realizar movimentos;

· Diminuição da força muscular;

· Dormência;

· Inchaço;

· Sensação de agulhadas ou pontadas.

Como prevenir essas doenças?

Tanto a LER quando o DORT são distúrbios extremamente prejudiciais para o trabalhador. Além de gerar incapacidade para o trabalho, resultam em dores e desconfortos, o que reduz a qualidade de vida. Para prevenir essas ocorrências existem algumas atitudes que podem ser adotadas no dia a dia:

· Adote equipamentos ergonômicos durante o trabalho;

· Faça alongamentos e aquecimentos antes de iniciar as atividades;

· Faça pequenos intervalos para descansar e aliviar a tensão;

· Pratique exercícios físicos;

· Tenha atenção à postura.

Em caso de diagnóstico da doença, é fundamental fazer o tratamento indicado pelo médico. Geralmente, ele envolve medicamentos, fisioterapia e a adoção das práticas preventivas no dia a dia. Contudo, algumas situações exigem intervenção cirúrgica e nem sempre o trabalhador consegue se recuperar totalmente da lesão.

Posts relacionados