Liderança Profissional

3 minutos para ler

As escolas de negócios almejam formar nos profissionais os valores necessários para atingir os padrões de liderança necessários nas empresas. E as empresas estão atentas a esse movimento, buscando sempre acrescentar bons profissionais em sua equipe.

A liderança é um requisito contemplado por poucos e invejado por muitos. Sabemos que não é todo mundo que tem o carisma para cativar, a persuasão para convencer, a articulação para negociar nas circunstâncias mais esdrúxulas.

Sabemos que ser chefe ou ser empresário não é ser líder, é necessário saber mais do que média, é necessário ser o articulador para ganhar vantagens e administrar conflitos.

Acredito que essa liderança de cara nova que atua no cenário empresarial, não seja assim tão atual, é um conceito de anos, que vem evoluindo constantemente… O que acontece na verdade é um ciclo – as influências das novas gerações transformam as empresas e seu modo de interagir com o ambiente, e por outro lado, as empresas, já tão necessitadas desses perfis de liderança interativa, prática e holística não tem como sobreviver sem esse tipo de profissional.

Desse modo, a correria para ser esse profissional tão requisitado anda de mãos dadas com as mudanças na forma de se oferecer qualificação a esse profissional, as escolas que formam esse líder são também consequências desse ciclo citado anteriormente. Absolutamente tudo está interligado no mundo, é exatamente assim no mundo empresarial, os acontecimentos são concomitantes e geram reação imediata ao redor do mundo.

Não é tão simples atender os requisitos para atingir tão alto nível de competências, várias habilidades devem ser desenvolvidas ou formadas e o preço para isso é, muitas vezes, negligenciar a vida pessoal, ou parte dela. Não acredito que baste ser jovem e ousado para ser um bom líder e conseguir atuar de forma eficaz numa empresa. O expertise, o know how, contam, e contam muito. De outra forma o jovem ousado, quando o deixasse de ser (e isso é inevitável) tornar-se-ia descartável e outro jovem ousado tomaria seu lugar. Por isso defendo que todos os profissionais, de qualquer idade devem, de forma consciente se atualizar, moldando seus valores (já formados) aos conceitos atuais trazidos pela impulsiva nova geração, fazendo assim uma combinação sutil e muito benéfica a todos, escolas, empresas e profissionais

Fonte: Administradores.com

Posts relacionados