Ozonioterapia – Como surgiu? O que ela trata?

Foi em 1840 que o pesquisador e médico alemão, Dr. Christian Friedrich Schoenbein, percebeu um odor característico ao submeter oxigênio a uma descarga elétrica. Ele é considerado o pioneiro da ozonioterapia. No entanto, existem registros anteriores ao de Christian, mas foi ele quem apelidou esse gás como “ozein”, que em grego significa “exalar odor”.

Em 1857, o Dr. Christian difundiu o uso desta terapia. Durante a Primeira Guerra Mundial, 1915, utilizaram a terapia para cuidar de lesões dos soldados, e obtiveram resultados positivos. E por vários anos essa técnica foi limitada à Europa, principalmente entre a Alemanha e Áustria. Somente durante os anos 80 que essa terapia foi levada a outros países.

Hoje em dia a ozonioterapia é usada para o tratamento de doenças inflamatórias, infecciosas e isquêmicas. Sua aplicação pode ser feita através de uma injeção direta no músculo, entre as vértebras ou articulações. Outras opções são por insuflação retal, nasal, vaginal ou bucal, aplicação cutânea e banhos de gás. A terapia pode ser feita até por auto-hemotransfusão, retirando o sangue da pessoa e adicionando o ozônio, e, em seguida, acontece a transfusão do sangue ozonizado.

Ao ser usado de forma medicinal, o ozônio é responsável por aumentar o aporte de oxigênio para todas as células que compõem o organismo, melhorando a oxigenação dos tecidos e sistema imunológico, interrompendo também processos não saudáveis, como o crescimento de bactérias.

Tratamentos que promovem uma maior entrada de oxigênio no sangue e nos tecidos corporais também ajudam a reduzir o estresse nos pulmões. Logo, problemas respiratórios como asma e bronquite apresentam uma melhora.

Os efeitos colaterais variam entre irritações na pele, hematomas e dor local em casos de injeção. A ozonioterapia não deve ser feita em crianças, grávidas ou mulheres em momento de amamentação, pessoas com infarto agudo do miocárdio, hipertireoidismo não controlado, intoxicação alcoólica ou problemas sanguíneos. Mas pode ser uma grande aliada no tratamento de diversos males, se aplicada de forma correta e por profissionais capacitados.

Para quem tem interesse em se aprofundar na área, a Inspirar oferece o curso prático e teórico em algumas unidades no Brasil. Para quem quer se especializar, o Hands On em Ozonioterapia é uma ótima escolha, pois traz uma semana intensiva em práticas, com ambulatórios que atendem a comunidade.

Veja Mais

QUESTIONAMOS O CONHECIDO

Acreditamos que a aprendizagem pode ser diferente, pode ser melhor. É isso que nos impulsiona a quebrar barreiras e oferecer uma experiência de aprendizagem única.

Aqui, provocamos o potencial das pessoas para elas se prepararem para conquistar o novo, transformar o desconhecido em conhecimento e estimular a construção de um mundo melhor.

Afinal, é isso que nos faz ser uma Faculdade à frente do nosso tempo.

Quer mais informações?

0800 602 2828