Quedas na Terceira Idade

3 minutos para ler

Metade delas levam a lesões e hospitalização. Saiba como prevenir.

A população brasileira está envelhecendo e a queda de idosos representa um grande risco para a saúde das pessoas que estão na terceira idade. Segundo a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (Sbait), no mundo, a cada segundo, pelo menos um idoso sofre uma queda, seja em casa ou na rua.

De acordo com o levantamento realizado pelo Ministério da Saúde (MS), o número de internações de idosos em decorrência de fraturas no fêmur, causadas principalmente por quedas, cresceu 37% nos últimos anos.

A coordenadora do curso de Gerontologia da Faculdade Inspirar, Adriana Chodur, explica que as mulheres têm uma tendência maior a cair. “As mulheres tendem a cair mais que os homens até os 75 anos, a partir dessa idade as tendências se igualam. Vale lembrar que a maior parte das quedas ocorrem durante o dia, sendo apenas 20% do total de acidentes ocorridos no período da noite. Além disso, o fato de ter mais de 65 anos aumenta a incidência de complicações e morte, sendo que metade das quedas levam a lesões e hospitalização”, afirma.

Ela ainda enfatiza que a partir de uma certa idade as quedas são normais. “Após os 60 anos, é natural que o corpo humano apresente falta de equilíbrio, fraqueza muscular e redução da capacidade funcional, fatores que facilitam a ocorrência de quedas”. Já que os idosos estão mais suscetíveis a este risco, é possível tomar alguns cuidados para evitar acidentes dentro de casa, por exemplo.

Veja algumas dicas:

Sala e corredores:

-Não deixe brinquedos e objetos pequenos espalhados pelo chão. Bem como fios e extensões elétricas;

-Evite de colocar móveis barrando o acesso entre os ambientes da casa;

-Opte por sofás mais altos que reduzam a dificuldade ao levantar;

-Nas escadas mantenha os degraus livres de objetos e invista em corrimãos, fitas antiderrapantes e interruptores de luz;

Cozinha e área de serviço:

-Não utilize armários muito altos, que necessitem de bancos ou escadas para que certos objetos sejam alcançados;

-Não deixe baldes e produtos de limpeza espalhados pelo caminho;

Banheiro:

-Opte por um vaso sanitário com mais altura ou instale um elevador de assento, além de barras de apoio para facilitar na hora de sentar e levantar;

-Use tapetes emborrachados e antiderrapantes no box e instale barras de apoio dentro para auxiliar na movimentação;

-Compre cortinas, pia e vaso de cores diferentes do piso. O contraste ajuda a evitar tropeções.

Quarto:

–Instale um interruptor de luz ou abajur ao lado da cama do idoso. Assim, evita a necessidade de levantar no escuro; – Se tiver tapetes no quarto, prenda-os ao chão; – Evite camas muito baixas e colchões macios demais para diminuir o esforço ao deitar ou levantar;

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.