Ventosaterapia

4 minutos para ler

O que é e para que serve 

A Ventosaterapia é um método de tratamento não invasivo, desenvolvido a partir de técnicas da Acupuntura. O procedimento é executado por meio da aplicação de campânulas de vidro (similares a copos) sobre a área a ser tratada, fazendo uma sucção do local. 

O procedimento da Ventosaterapia consiste em “puxar” o sangue inflamado e o foco da lesão para fora do corpo – ato que produz trocas gasosas, que controlam a corrente sanguínea e proporcionam maior oxigenação dos tecidos afetados pela dor, resultando na limpeza das toxinas existentes no sangue e nos músculos.  

A técnica é muito utilizada como tratamento natural para combater dores abdominais e musculares, entorses, contraturas, distensão, lombalgias, cefaleias, problemas digestivos, hipertensão arterial e fadiga muscular. 

A Ventosaterapia também pode ser utilizada na área estética, em tratamentos para gordura localizada, celulite, drenagem linfática e estrias, pois promove a inflamação no tecido tratado, favorecendo a formação de colágeno e elastina, melhorando o aspecto da pele. 

Quer entender como a Ventosaterapia atua no organismo? O professor da Faculdade Inspirar, Saulo Souza, explica. “A ventosa cria uma pressão negativa na pele, que traciona a fáscia muscular, causando a vasodilatação, que leva ao aumento de temperatura local, que por sua vez melhora a mobilidade do tecido e promove o alívio da dor”, afirma. 

Entenda quais são os diferentes métodos de aplicação da Ventosaterapia: 

  • Método deslizante – esse método atinge uma maior área do corpo do paciente, fazendo uma sucção de forma suave, seguida de movimentos de deslizamento; 
  •  Método flash –  neste método é feita a colocação da ventosa com sucção sobre a área em tratamento e, de forma brusca, a mesma é retirada. Esse recurso é muito eficaz no auxílio de alívio de dores e contraturas; 
  • Ventosa com massagem – neste processo a ventosa é aplicada em movimentos rotatórios no copo do paciente – os movimentos são feitos da esquerda para a direita, repetidamente; 
  • Ventosa com repuxamento – esse método consiste na execução de movimentos de puxa e repuxa da ventosa; 
  •  Ventosa com vibração –  são realizados com a ventosa vários movimentos vibratórios simultâneos, para cima e para baixo, da esquerda para a direita;  
  • Ventosa e Gua Sha –  a técnica utiliza um instrumento liso e sem pontas para realizar uma raspagem na pele do paciente, para só em seguida ser realizada a Ventosaterapia – esse procedimento potencializa o tratamento; 
  •  Ventosa e sangria –  esse tratamento é utilizado para casos de aumento súbito da pressão arterial ou para a drenagem de fluido de tumores e furúnculos. A técnica consiste na realização de uma pequena incisão com uma navalha no local a ser tratado, até causar sangramento e sobre ele é colocada a ventosa com a bomba de sucção. 

Conheça os benefícios da Ventosaterapia: 

  • Alívio das dores;  
  • Eliminação da tensão muscular; 
  • Estimulação dos pontos da acupuntura; 
  • Melhora da oxigenação dos tecidos; 
  • Relaxamento dos músculos; 
  • Sensação de bem-estar. 

Vale ressaltar que o número de sessões e o intervalo entre elas variam de acordo com o objetivo terapêutico de cada caso. Outro ponto importante a ser mencionado é que no Brasil a técnica só pode ser desenvolvida por profissionais certificados e com a qualificação necessária.  

Atendendo a demanda do mercado, a Faculdade Inspirar oferece o curso de extensão em Ventosaterapia. Para mais informações acesse: https://bit.ly/3koX7pQ

Posts relacionados

Deixe um comentário