Fisioterapia Pélvica

3 minutos para ler

A especialidade que trata Disfunções Urinárias, Disfunções sexuais e Dor pélvica

A Fisioterapia Pélvica é uma especialidade da Fisioterapia que tem como objetivo avaliar, estudar, prevenir e tratar os distúrbios cinético-funcionais da pelve humana, incluindo ossos, articulações, órgãos pélvicos, juntamente com o assoalho muscular e fáscias. O conjunto destas estruturas é responsável pelas funções urinárias, fecal e sexual humana, além de parte da função obstétrica.

Essa especialidade além de prevenir e tratar diversas disfunções atua também no pré e pós-parto, com objetivo de preparar a mulher para receber os efeitos da gestação, do parto e do puerpério.

O tratamento fisioterapêutico pélvico consiste em promover a capacidade de contrair e relaxar adequadamente os músculos do assoalho pélvico, fortalecendo essa musculatura com o intuito de recuperar as funções de continência urinária e fecal, melhorar a atividade sexual e a sustentação dos órgãos pélvicos.

Atualmente, o trabalho da Fisioterapia Pélvica representa uma das melhores opções de tratamento para as disfunções na área, tendo em vista a possibilidade de um trabalho preventivo de baixo custo, com obtenção de bons resultados e de forma não invasiva.

A Fisioterapia Pélvica trata os principais problemas desta região:

· Disfunções anorretais e urinárias femininas, masculinas e infantis;

· Disfunções sexuais diversas em ambos os gêneros;

· Dor pélvica;

· Prolapsos genitais;

Áreas de atuação

A Fisioterapia Pélvica tem uma grande abrangência, fato que justifica a diversidade de locais de atuação.

· Atendimento domiciliar pra idosos e pessoas com a mobilidade reduzida;

· Casas de repouso;

· Centros de reabilitação;

· Centros de saúde para gestantes;

· Clínicas de saúde do homem;

· Clínicas;

· Consultórios;

· Hospitais;

· Instituições públicas e privadas;

· Unidades ou núcleos de saúde.

Principais atividades

· Análise física completa;

· Aplica Terapia Manual com técnicas de massagem, manipulação e mobilização;

· Criação de plano de cuidados específicos;

· Cronograma de micções;

· Execução de Eletroneuroestimulação;

· Promove o treinamento da musculatura do Assoalho Pélvico;

· Propicia mudanças no estilo de vida do paciente;

· Realiza Biofeedback por eletromiografia.

Mercado de Trabalho

A Fisioterapia Pélvica possui um mercado muito amplo e necessita de profissionais com formação específica na área. Vale lembrar que a especialização eleva o salário do profissional e aumenta as oportunidades de emprego.

Posts relacionados