Profissionais Autônomos

3 minutos para ler

Como enfrentar a recessão econômica

O isolamento social e a legislação, que obrigou o fechamento de estabelecimentos que não são considerados essenciais, instituiu um grande desafio às pequenas e médias empresas.

O professor da Faculdade Inspirar Altair Turbay Junior, que é consultor sênior de comportamento e gestão financeira, disse que essa recessão não é tão inédita: o Brasil já estava passando por uma crise econômica e a pandemia só aumentou o processo de recessão. “Não é possível mudar a situação em que estamos vivendo, mas existem maneiras de lidar com ela e, na minha opinião, o melhor é manter a disciplina, a organização e o planejamento para o futuro, mesmo que você não esteja atuando em seu negócio”, diz Altair.

Sem poder trabalhar, com fornecedores e funcionários para pagar, os microempreendedores encontram-se em uma situação delicada e muitos deles não sabem o que fazer. A questão do momento é como sobreviver a tudo isso e o principal é: manter o seu negócio após o surto de coronavírus. Sendo assim, listamos algumas dicas que podem auxiliar a passar pela recessão:

· Controle sua ansiedade e nervosismo;

· Seja disciplinado em relação aos seus negócios;

· Tente manter a mesma rotina que você tinha quando ia trabalhar, pois isso ajuda muito no planejamento da sua empresa;

· Realize um estudo sobre a sua empresa e sobre o profissional que você é;

· Planeje seus próximos passos;

· Use e abuse da divulgação nas redes sociais;

· Tente renegociar suas dívidas com os credores;

· Faça acordos com seus funcionários.

Segundo Altair, o ideal é fazer um diário de planejamento semanal da sua empresa, mesmo com esse processo de recessão, visto que escrever o que tem de ser feito ajuda a clarear as ideias e dá pistas do que deve ser melhorado.

Outra dica para lidar com essa situação é utilizar uma ferramenta muito disseminada nos cursos de Administração – a Análise Swot, que significa: Força, Oportunidade, Fraqueza e Ameaça. Altair explica como avaliar essas condições. “As forças e fraquezas estão relacionadas ao negócio e às oportunidade e ameaças dizem respeito ao mundo lá fora. Por exemplo, uma oportunidade durante esse período de recessão é se conectar às redes sociais e promover uma ampla divulgação de sua empresa, seus serviços e produtos. Os profissionais autônomos devem fazer de suas redes sociais vitrines virtuais para seus estabelecimentos”, afirma.

Ele ressalta que os profissionais autônomos possuem a fraqueza de não estarem dispostos à inovação e que a vivência nas redes sociais é uma ótima

saída para anunciar sua empresa de forma segura, sem sair de casa e o melhor: sem ter que investir dinheiro.

“É possível que as empresas se beneficiem e tirem um bom proveito dessa fase, uma das dicas é realizar um estudo sobre o seu negócio, pois com isso você consegue entender os caminhos necessários para o seu planejamento. Sendo assim, é possível que as empresas se beneficiem durante essa recessão, uma vez que os empresários acabam descobrindo outras maneiras de trabalhar”, conclui.

Caso você seja micro e pequeno empreendedor e precise de mais dicas ou queira saber sobre como ter acesso a financiamentos e limites de crédito, acesse o site do Sebrae: https://www.sebrae.com.br/

Posts relacionados

Deixe um comentário