Como manter a motivação nos estudos e seguir na pós-graduação?

6 minutos para ler

Ao longo da semana, com uma rotina corrida e cansativa, parece muito difícil conciliar uma pós-graduação e ter motivação nos estudos, não é mesmo? Afinal, as tarefas diárias e a falta de tempo podem desestimular você.

No entanto, você não precisa desistir de ingressar em uma pós-graduação. Saiba que é possível manter o interesse e o ânimo para concluir os anos de curso. Você só precisa de algumas dicas sobre o assunto para fazer isso da melhor forma!

Pensando nessa questão, decidimos elaborar este artigo para ajudar você a continuar estudando, mesmo que ainda não saiba como fazer isso. Tem interesse? Continue a leitura para saber mais!

A importância da pós-graduação

O mercado está bastante acirrado em diversas áreas e, para conseguir se destacar, é importante aderir a algumas estratégias. Uma delas é a especialização, que pode ser feita em uma das seguintes modalidades: lato sensu ou stricto sensu.

A primeira é voltada para pessoas que querem se aprofundar no ramo de atuação e conquistar maior destaque no mercado de trabalho. As duas opções dessa modalidade são as especializações e os cursos de MBA (Master of Business Administration). Para receber o certificado de conclusão, o aluno deve entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Já a segunda modalidade tem como foco a carreira científica e acadêmica, então é indicada para quem deseja se tornar professor e/ou pesquisador. Nesse caso, o estudante primeiro faz o mestrado — cuja duração é de dois anos e exige a entrega de uma dissertação para receber o título — e, depois, o doutorado — que dura quatro anos e requer a entrega de uma tese para concluir o curso.

Ambos os tipos de pós-graduação apresentam diversas vantagens aos profissionais, como:

  • ampliação do networking: o ambiente da pós facilita a interação, então você conhece pessoas com interesses em comum e mesmo grau de formação, possibilitando que seja possível existir ajuda mútua;
  • novas possibilidades de atuação: a pós permite que você consiga um redirecionamento profissional, então é possível pensar em novas funções ou empresas em que deseja atuar;
  • atualização do conhecimento: profissionais defasados não são desejados no mercado de trabalho, mas, com a atualização do conhecimento possibilitada pela pós, você mantém as informações em dia;
  • ascensão profissional: com o título de pós-graduação, as chances de conseguir destaque e boas oportunidades de emprego são bem maiores;
  • valorização do currículo: em uma disputa por uma vaga, profissionais com o grau de especialista, mestre ou doutor saem na frente dos concorrentes;
  • maior remuneração: com mais conhecimentos, você pode assumir maiores responsabilidades na área de atuação, o que possibilita remunerações mais altas em um emprego e propostas de organizações.

Como manter a motivação nos estudos

Você já percebeu que existem vários motivos para continuar os estudos e ingressar numa pós, mas talvez isso ainda não seja suficiente. Afinal, não basta fazer a matrícula se não houver comprometimento com o curso, certo?

É importante que você consiga manter a motivação nos estudos, ainda que precise cuidar da família e trabalhe fora. Para saber como alcançar esse objetivo, veja algumas dicas a seguir!

Determine seus objetivos

O primeiro passo para manter a motivação nos estudos é definir por que você iniciou o curso. Foi para conseguir um novo emprego? Conquistar uma promoção? Mudar de cargo?

Identifique o seu objetivo principal e lembre-se dele frequentemente, pois é comum que as metas estejam claras no início, mas, com o tempo, a rotina pode fazer com que você esqueça os motivos para continuar estudando.

Além disso, estabeleça objetivos diários de acordo com a sua rotina. Por exemplo: se sabe que no dia seguinte terá folga, reserve um tempo para estudar. Caso precise fazer um trabalho para o curso, pense em como dividi-lo em etapas para não precisar elaborá-lo rapidamente no dia anterior à entrega.

Tenha organização e controle o tempo

Para quem tem uma rotina atarefada, organização é a peça-chave para conseguir concluir a pós com sucesso. Afinal, você não pode deixar as tarefas se acumularem, e sim determinar, com base na sua realidade, quando elas devem ser feitas.

No entanto, isso não será possível se você não souber administrar o seu tempo. Então, é importante priorizar algumas responsabilidades. Para isso, talvez seja necessário recusar alguns convites de eventos ou abrir mão de algumas atividades, pelo menos momentaneamente, para focar mais no curso.

Registre conquistas e aprendizados

Principalmente ao final do curso, quando chega a hora de produzir o trabalho para obter o título, a pressão se torna maior e fica ainda mais difícil manter a motivação. Por isso, é fundamental que, desde o início, você tenha o hábito de registrar as suas conquistas e aprendizados.

Isso pode ser feito, por exemplo, ao final de cada disciplina, com anotações sobre os tópicos vistos. Já em relação ao trabalho final do curso, você pode comemorar a cada pequena vitória, como, por exemplo, ao terminar de escrever um capítulo.

Encontre outras fontes de conhecimento

Caso você sinta que não assimila muito bem o conteúdo apenas com as aulas, uma alternativa é buscar outras formas de obter conhecimento. Às vezes, é possível que o aluno não se identifique com a metodologia do professor e comece a ter dificuldades com a disciplina, mas, ao encontrar novas fontes de aprendizado, isso é solucionado.

Existem videoaulas disponibilizadas gratuitamente na internet, livros nas bibliotecas, grupos de estudo focados em uma determinada disciplina e muitas outras opções. Portanto, tente outros métodos para aprender e não desista enquanto não encontrar aquele que mais combina com o seu perfil.

Reconheça os seus limites

Em alguns momentos, o cansaço pode provocar o desânimo. Depois de passar um dia exaustivo no trabalho, você chega em casa e se força a estudar, mas só perde tempo, porque a mente não colabora muito nesse processo. Então, o que fazer nesse momento?

Nesse caso, o mais indicado é reconhecer os próprios limites e não ir além do que é possível. Ainda que muitos desejem suprimir essas limitações, é natural não conseguir produzir e render ao máximo a todo tempo. Por isso, é importante saber se respeitar e, no dia seguinte, com a cabeça mais leve, tentar de novo.

O que achou dessas dicas? Se você quer entender melhor como conciliar as responsabilidades do dia a dia, confira este outro artigo e saiba como manter o desempenho no trabalho mesmo estudando!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.