6 opções de pós-graduação na área da saúde para você conhecer

7 minutos para ler

É certo que, ao terminar uma graduação, buscar uma especialização faz você se diferenciar no mercado de trabalho, ter mais chances de emprego e, consequentemente, conquistar um salário mais atraente. Uma pós-graduação na área da saúde é interessante ainda no sentido de agregar conhecimentos práticos e diferenciados, tornando você referência no assunto escolhido.

Mas qual pós-graduação escolher? Como optar pela melhor faculdade e curso mais acertado? A possibilidade escolhida também trabalha a questão prática do conhecimento? Você deve levar tudo isso em consideração e, a seguir, explicamos como fazer uma escolha segura. Vamos lá?

6 opções de pós-graduação na área da saúde que vão lhe interessar

Se você acabou a graduação e está considerando qual especialização de saúde deve fazer ou gostaria de renovar o conhecimento, busque uma instituição com qualidade e que tenha professores de excelência, ok? Com isso em mente, alguns cursos podem ser de seu interesse!

1. Fisioterapia em Terapia Intensiva

Especialização muito importante para quem se graduou em Fisioterapia. A grade desse curso possibilita que você tenha os conhecimentos e as práticas necessárias para o atendimento de pacientes que estejam na unidade de terapia intensiva (UTI) e entenda todas as particularidades nessa assistência — que são bem específicas.

Há alguns tópicos muito importantes para realidade do profissional, como fisiologia respiratória, ventilação mecânica e o fato de entender quando esse paciente da UTI pode começar a andar e mesmo se sentar. Por isso, buscar uma faculdade que tenha parcerias com hospitais vai possibilitar aprendizados práticos. Uma grade curricular atual e humanizada também é fundamental para que você se desenvolva como profissional.

2. Análise do Comportamento Aplicada (ABA)

Essa especialização, muito procurada por quem é da área da Psicologia, Educação Física e Pedagogia, é baseada no campo científico do behaviorismo (por isso o nome, Applied Behavior Analysis — ABA) e se dedica a entender e melhorar o comportamento do homem em seu ambiente. No Brasil, o ensino de crianças com autismo é um dos focos.

Este curso faz você desenvolver habilidades para reconhecimento do quadro clínico e maneiras de aplicação desses conhecimentos, seja na educação, seja no esporte ou demais áreas para pessoas com desenvolvimento atípico.

“A dica para acertar na escolha é procurar uma faculdade que atenda às demandas internacionais de certificação e acompanhe o que acontece fora do Brasil”, sugere Sibele Knaut, diretora acadêmica da Faculdade Inspirar.

3. Enfermagem em Obstetrícia

Focada nas pessoas que se formaram em Enfermagem, essa pós-graduação confere título de especialista, por isso a orientação principal é optar por uma faculdade que atenda às demandas do Conselho Federal de Enfermagem.

Quais são essas exigências? A diretora acadêmica Sibele Knaut especifica melhor: “para concluir a pós-graduação, cada aluno precisa fazer 12 partos — normais, não de cesárea. Também é necessário acompanhar vinte puerpérios. Então, você precisa se certificar de que vai haver estrutura para toda essa vivência prática”.

Além disso, muita atenção para optar por uma especialização que tenha a preocupação em proporcionar aulas teóricas e módulos que tratem de patologias obstétricas e pré-natal. Estágio prático em hospitais também é um diferencial que conta demais para dar segurança na profissão.

4. Biomecânica e Fisiologia Aplicadas ao Exercício Físico

Curso bastante procurado por profissionais da Educação Física e fisioterapeutas que têm o objetivo de se capacitar para fazer a avaliação correta e prescrever as atividades adequadas. Essa avaliação, inclusive, é essencial para direcionar o paciente para a área correta, tornando possível a prevenção da lesão ou o melhor tratamento.

E uma informação bem relevante para quem está ainda em dúvida sobre a especialização: segundo a American College of Sports Medicine, o profissional especializado e certificado ocupa as primeiras posições entre as tendências fitness e de saúde.

Ao escolher a instituição em que vai estudar é importante avaliar os módulos, garantir que há conteúdo prático e que os professores contam com bastante experiência na área.

5. Fisioterapia Pélvica

A ideia da especialização em Fisioterapia Pélvica é ir além da saúde da mulher e capacitar profissionais que estejam aptos a atender os dois gêneros em tudo o que envolve a pelve. “Por exemplo, incontinências urinárias, fortalecimento da musculatura do períneo e disfunções sexuais. Existe um mundo a ser estudado dentro dessa parte pélvica, que é muito atual”, conta a diretora acadêmica.

Assim, os módulos da pós-graduação envolvem uroginecologia, urologia, gravidez e pós-parto, coloproctologia, sexologia e algias pélvicas, por exemplo. Como se trata de uma especialidade invasiva, é interessante também que o curso prepare o profissional para atender da melhor forma possível, com empatia e abordagem correta tanto dos pacientes homens quanto das mulheres.

6. Fisioterapia em Traumato-Ortopedia e Esportiva

Essa pós-graduação na área da saúde é indicada para os fisioterapeutas que desejam ampliar a área de atendimento. Sendo um atleta profissional ou não, toda pessoa pode passar por traumas e precisar de atendimentos específicos, por exemplo aqueles que fazem cirurgia de prótese de quadril ou joelho, atletas com lesões ou demandas específicas, etc.

O mercado para essa especialização tornou-se mais aquecido com os diversos eventos esportivos no Brasil. Assim, para acertar na escolha da faculdade, fique com uma pós que estude toda a parte músculo-esquelética tanto em trauma quanto nos esportes. “Módulos voltados à reabilitação e prevenção de atletas, de pessoas que sofrem artrose, problemas na coluna também são importantes de se ter no curso”, afirma Sibele Knaut, diretora acadêmica da Faculdade Inspirar.

Como acertar na escolha da faculdade

Esqueça a ideia de ter uma especialização (ou mais de uma) no currículo só pelo diploma. Você precisa dominar o conhecimento e a prática que ela lhe dá — só assim é possível conseguir boas colocações, melhores salários e ser, de fato, especialista.

Por isso, escolher uma faculdade com tradição e bom ensino ajuda demais nesse caminho. Atenção aos tópicos para observar antes de fazer a escolha:

  • a faculdade deve ter professores que sejam referência nos temas ensinados. Fisioterapeutas ou enfermeiros que tenham vivência em UTI, caso você queira estudar Fisioterapia em Terapia Intensiva é um exemplo;
  • é importante ter parcerias com hospitais ou outras instituições de saúde. Assim, fica mais fácil contar com estágios práticos durante o curso;
  • a infraestrutura também deve propiciar todas as vivências que o curso pede. Vale a pena pedir para visitar a faculdade antes de fechar o contrato.

Além disso, vale verificar a nota do MEC que a escola possui. Na dúvida, você pode até conversar com ex-alunos para saber outras opiniões e entender se eles são ouvidos pela direção da faculdade. “Como diretora acadêmica, leio todas as avaliações dos alunos em todas as unidades. Qualquer feedback negativo que a gente receba, investigamos para melhorar”, conta Sibele, da Faculdade Inspirar.

Agora que você conhece diversos tipos de pós-graduação na área da saúde, entende como elas podem alavancar seu futuro e sabe o que é necessário antes de fechar com uma faculdade, converse com a gente! A Faculdade Inspirar é referência quando o assunto é saúde!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.