mobilidade clínica mobilidade clínica

Mobilidade Clínica: os aparelhos eletrônicos e o impacto positivo na área da saúde

6 minutos para ler

Após a graduação, é muito comum ficar com dúvidas em relação ao seu futuro profissional. Por exemplo, em qual área da saúde se especializar? Tudo isso é normal e faz parte do processo de amadurecimento profissional, porém, não significa que você não deva manter-se atualizado sobre as principais tendências e conceitos do setor, como a mobilidade clínica.

Com tantos avanços na tecnologia e mudanças na forma como nos relacionamentos como sociedade, é fundamental acompanhar as tendências dentro da sua área de atuação. E, quando falamos no setor da saúde, é importante entender como essas transformações estão impactando a relação com o paciente.

O assunto, porém, é muito mais amplo. Para ajudar você, preparamos um artigo completo sobre a mobilidade clínica e os seus impactos na área da saúde. Além disso, listamos os benefícios para os pacientes. Então continue a leitura deste artigo e esclareça todas as suas dúvidas sobre o assunto. Confira!

O que é mobilidade clínica?

Ao sair de casa, qual é o item que você faz questão de se certificar de que está com você? Por muito tempo, a primeira resposta a essa pergunta seria a chave, porém, a realidade mudou e os smartphones ocupam essa posição atualmente. Mas se essa mudança tão radical faz parte do nosso dia a dia, como ignorá-la no ambiente profissional na área da saúde?

É assim que surge o conceito de mobilidade clínica. Da mesma forma que você elimina as barreiras geográficas ao falar com alguém em outro bairro da cidade ou mesmo outra região do mundo, os profissionais da saúde podem otimizar a comunicação em sua rotina de trabalho e atendimento aos seus pacientes.

A mobilidade clínica é, portanto, a utilização de dispositivos móveis — como tablets, smartphones e notebooks — nos processos de gestão e atendimento nas instituições de saúde. Ou seja, o objetivo é utilizar a tecnologia como um aliado para humanizar cada vez mais o serviço oferecido ao paciente, sem perder eficiência e ganhando praticidade.

A mobilidade clínica envolve práticas como o monitoramento remoto, a telemedicina, a prescrição eletrônica, softwares de gestão e um contato cada vez mais próximo e humanizado com os pacientes.

Quais são os impactos na área da saúde?

Que tal, então, entender quais são os impactos que a mobilidade clínica vai exercer na área da saúde? Separamos os tópicos principais para você ficar de olho e garantir que o seu currículo profissional caminhe para essas tendências, investindo tempo em absorver conhecimento sobre os serviços que tendem a mudar nos próximos anos. Confira!

Melhora do ecossistema de saúde

Todo o ambiente na área da saúde é modificado quando falamos em mobilidade clínica, já que ela utiliza a tecnologia para melhorar diversos processos internos, seja para proporcionar um atendimento mais prático, seja para facilitar o diagnóstico de uma doença. O trabalho de prevenção também é outro ponto importante, com diversas tecnologias liderando as boas práticas na área da saúde.

Aprimoramento dos cuidados de saúde

Como resultado, os cuidados de saúde tendem a melhorar, já que a mobilidade clínica facilita a relação entre médico e paciente. Dessa forma, a experiência do paciente tende a ser mais positiva, com uma melhor prevenção de doenças e uma definição mais precisa dos tratamentos mais adequados a cada caso, utilizando a tecnologia para facilitar esse trabalho.

Aumento da eficiência dos diagnósticos

Outra mudança é uma maior precisão na hora de realizar diagnósticos com o auxílio da tecnologia, aumentando as chances de realizar uma previsão mais eficiente, o que pode agilizar o tratamento de uma doença. Erros também tendem a ser reduzidos, já que softwares e aparelhos automatizam alguns processos e evitam erros humanos. Isso permite que sejam fornecidos dados mais precisos.

Ampliação dos meios de comunicação

A comunicação entre médicos e pacientes é outro setor muito impactado pelo conceito de mobilidade clínica, resultando em um contato mais próximo e constante com quem está sendo tratado. Assim, a conversa tem os seus ruídos reduzidos consideravelmente, criando uma relação mais próxima entre as duas partes, o que aumenta a confiança e a fidelização.

Mas não é só da comunicação com o paciente que estamos falando, já que a comunicação entre a própria equipe médica se torna mais precisa, evitando falhas de colaboração, por exemplo. Dessa forma, o fluxo do trabalho médico acaba se tornando mais preciso, com a tomada de decisão sendo facilitada.

Quais são os benefícios da mobilidade clínica para os pacientes?

Para a instituição de saúde as mudanças são claras, certo? Mas e para os pacientes? Quais são os impactos em sua relação com os médicos, por exemplo? De acordo com um estudo sobre o futuro da área da saúde no Brasil, as previsões são animadoras. Não à toa, 77% dos pacientes são favoráveis ao uso de dispositivos móveis durante o atendimento.

E se muitas instituições de saúde ainda não se modernizaram para acompanhar esses avanços tecnológicos, 57% dos pacientes já utilizam equipamentos vestíveis, como smartwatches, para monitorar as suas métricas do corpo, como batimentos cardíacos e pressão arterial. Dentre esses usuários, 95% estão dispostos a compartilhar essas informações com os seus médicos.

Isso permite obter mais dados relevantes para um trabalho preventivo, com as duas partes interessadas envolvidas nesse monitoramento. Afinal, os benefícios para os pacientes são numerosos, principalmente ao poder contar com um atendimento ainda mais preciso e eficiente por parte dos médicos e enfermeiros.

A mobilidade clínica é, portanto, uma tendência cada vez mais comum na área da saúde, e conhecer as suas principais características é fundamental para evoluir como profissional e oferecer um atendimento ainda mais qualificado para os seus pacientes. Para quem quer contar com o respeito e reconhecimento do mercado, conhecer esses conceitos é um diferencial.

Agora que você já sabe o que é mobilidade clínica, os seus impactos na área da saúde e os benefícios para os pacientes, que tal ficar por dentro de outros assuntos relevantes como esse? Curta a nossa página no Facebook e confira em primeira mão as nossas novas publicações no blog!

Posts relacionados

Deixe um comentário